Especialidades e tratamento

CÁLCULO RENAL
(PEDRA NOS RINS)

Os cálculos renais, mais comumente conhecidos como pedras nos rins, são formações endurecidas formadas pela agregação de sais minerais presentes na urina.  Atinge mais frequentemente adultos na faixa dos 30 a 40 anos. As pedras têm diferentes composições, podendo ser compostas por sais de cálcio (tipo mais comum), ácido úrico, estruvita (fosfato amoníaco magnesiano) ou cistina.

 Vale ressaltar que o paciente com cálculo renal em geral não apresenta nenhum sintoma, convivendo anos com a pedra no interior do rim sem sentir qualquer tipo de dor. No entanto, se este cálculo impactar na saída do rim ou migrar para o ureter, levará ao quadro de dor aguda, causada pela obstrução e dilatação do sistema urinário. Geralmente vem acompanhada de náuseas e vômitos e pode necessitar atendimento médico-hospitalar.

Os sintomas mais comuns são:

  • Vômitos e febre
  • Sangue na urina
  • Diminuição do fluxo urinário
  • Necessidade frequente de urinar
  • Infecção urinária

O tratamento na fase aguda varia de acordo com o quadro clínico do paciente, da localização e da dureza da pedra.

É importante ressaltar que o tratamento do cálculo renal é crônico, pois sua formação se deve a uma disfunção metabólica do organismo, assim o paciente está susceptível a formação de novos cálculos. A taxa de recorrência é de 10% no primeiro ano, 35% nos 5 anos subsequentes e 50 a 60% em 10 anos.

Assim, após o tratamento da fase aguda, deve-se iniciar a investigação da causa metabólica nos casos de risco aumentado e assim que possível iniciar o tratamento para evitar a recidiva do quadro. Medidas de prevenção são: tomar mais água e controlar a ingestão de alimentos ricos em proteínas e sal NaCl. A prevenção de novos cálculos deve ser feita pelo resto da vida.

Precisa de consultar com um Urologista em Montes Claros? Agende aqui de forma rápida e fácil!

Open chat